23 Oct 23

Aproxime, pague, siga: A revolução dos pagamentos sem cartão no Brasil

Ouça este artigo.

Audio file
Text

Nos últimos anos, temos presenciado uma mudança significativa nos hábitos de consumo das pessoas. Uma tendência que vem ganhando força é o pagamento sem o uso de cartões porque, cada vez mais, os consumidores estão optando por métodos alternativos de pagamento, apostando em iniciativas contacless. Essa nova escolha está baseada em uma série de fatores, que vão desde questões de segurança e privacidade até a conveniência proporcionada pelas novas tecnologias. Diante desse cenário, é importante refletir como essa tendência irá impactar os pontos de vendas brasileiros.

A segurança dos dados pessoais é uma grande motivadora para a adoção de métodos alternativos, como pagamentos por aplicativos móveis ou criptomoedas. Pesquisas mostram que as pessoas se sentem mais seguras com sistemas como esses, uma vez que contam com camadas adicionais de proteção e com criptografia de dados para tornar as transações ainda mais protegidas.

Outro fator que contribui para essa tendência é a conveniência proporcionada por novas tecnologias. Atualmente, é possível realizar pagamentos de forma rápida e prática por meio de carteiras digitais, como Apple Pay e Google Pay. Basta aproximar o celular dos leitores para concluir as transações. Essa agilidade atrai os consumidores que valorizam a praticidade em suas rotinas de compra.

Com isso, podemos afirmar que os estabelecimentos brasileiros estão diante de um novo cenário de meios de pagamentos, com a transformação digital acelerada demandando um novo olhar de todos para os meios de pagamento alternativos. No início da pandemia, 88% dos brasileiros consideravam o pagamento sem contato mais conveniente do que o uso do dinheiro, e 75% deste total que experimentou a tecnologia indicou que pretendia incorporar esse novo hábito. Agora, pós-pandemia, os pagamentos por aproximação com cartões ou outros dispositivos somaram R$ 191,3 bilhões no primeiro trimestre, alta de 85,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços). As transações por aproximação em março chegaram a 43 milhões de pagamentos por dia. Especialistas concordam com as pesquisas que apontam para a continuidade dessa forte curva de crescimento nos próximos anos.

Nesse novo ambiente, uma das facilidades que já está se despontando como uma grande tendência é o uso de SoftPOS, ou Point of Sale Software. Trata-se de uma nova tecnologia capaz de permitir que smartphones ou tablets sejam utilizados para processar as compras, aceitando diversos tipos de pagamento por aproximação. Ao fazer uso de um aplicativo especializado, o SoftPOS substitui por completo os terminais de pagamento tradicionais e habilitam os celulares e dispositivos para assumirem esses novos papéis.

 Essa tecnologia deve ser a grande responsável por revolucionar a forma como as vendas são processadas, oferecendo vantagens significativas para lojas e pequenos negócios, especialmente. Ao transformar dispositivos comuns em ferramentas seguras e eficientes para processamento de pagamentos, o SoftPOS reduz os custos dos comerciantes, aumenta a conveniência, melhora a segurança e implementa as mudanças rumo ao novo modelo de consumo.

O SoftPOS oferece uma alternativa econômica aos sistemas de ponto de venda convencionais, uma vez que os custos de aquisição e manutenção de terminais físicos são substanciais, especialmente para pequenas empresas. Logo, essas despesas podem ser drasticamente reduzidas, pois os comerciantes podem usar seus próprios aparelhos para efetuar as vendas.

A praticidade é outro diferencial que vale destacar. A possibilidade de receber em qualquer lugar e a qualquer momento geram conveniência tanto para os comerciantes como para os clientes. Imagine um produtor local ou um pequeno varejista que deseja expandir suas vendas em eventos. Com o SoftPOS, eles podem aceitar pagamentos de forma rápida e segura.

As transações são criptografadas e protegidas por camadas de segurança, minimizando o risco de fraude ou o roubo de dados. Com a popularização de pagamentos por aproximação, as mídias digitais continuam ganhando participação no consumo brasileiro. Ao se adaptar a essas mudanças, empreendedores podem expandir a base de clientes e aumentar as receitas. Nesse cenário, os consumidores também só têm a ganhar, com tecnologias que capazes de atender suas necessidades com efetividade.

É essencial que pequenos negócios, produtores e comerciantes estejam atentos às tendências de um mundo sem cartão físico e com mais pagamentos por aproximação, e considerem adotar o SoftPOS como uma estratégia para se destacarem no mercado, atrair mais clientes e impulsionar o crescimento de seus negócios. As possibilidades de crescimento chegarão mais rapidamente para quem se adaptar a essa nova tendência que, sem dúvida, deverá crescer de forma exponencial nos próximos anos.

Author
Felipe Gomes_Product Manager LAR

Felipe Gomes

Product Manager

Ingenico Latin America

Blog Tags

Também em Payment services

11 Dec 23
Sustentabilidade: uma jornada para garantir o futuro
11 Dec 23
Programa StartupIN: unindo forças para inovar
28 Nov 23
Innovation Breakfast: insights, inovação e colaboração
01 Nov 23
Três tendências tecnológicas sobre o futuro dos meios de pagamento
18 Sep 23
Como o modelo ‘Compre Agora Pague Depois’ vai mudar o varejo
18 Aug 23
Como a tecnologia de SoftPOS pode revolucionar os pagamentos e apoiar pequenos comércios
08 Aug 23
Como reduzir o Time to Market em meios de pagamentos através de uma consultoria de Professional Services
07 Aug 23
A nova economia circular do setor de meios de pagamento
prev next